Esse mês esta passando tão rápido que quase esqueço de escrever no diário. Sofia esta pesando 8,590kg distribuídos em 67cm.

Esta cada dia mais gordinha, esperta e arteira. Aprendeu a sentar e não quer mais ficar deitada de jeito nenhum. Tem alguns pontos brancos na sua gengivinha,baba muito e esta bem irritada com a coceira. Coloca tudo que vê na boca e morde bem forte.
Esta comendo frutas como mencionei no post sobre a introdução alimentar, continua tomando fórmula, mas mesmo assim continuo oferecendo o peito todos os dias, ela pega, morde , ri e larga ou fica puxando para os lados o bico do seio. Os sucos de outros sabores ela tem rejeitado, só esta tomando o de laranja do céu. Entre as mamadeiras estou oferecendo água e ela tem ido aos pés 1 ou 2x ao dia.

Começou a estranhar e chorar com algumas pessoas, mas logo abre um sorriso. Esta cada dia mais agarrada com o pai, um grude que só vendo. Aprendeu a pegar o controle remoto da tv e do vídeogame para desespero do papai. Tem balbuciado "bobo", "tata" e "oh". As vezes sai algo diferente e ela nem se dá conta. Adora brincar com a saliva e fazer bolinhas, então já viu né, tem que trocar de roupa toda hora porque fica babada.

Neste mês passamos uma noite em claro, com a bebê chorando desesperada, não querendo comer nem mamar. Eu achava que era garganta pois ela não queria comer e tudo que ela engolia era motivo de choro. No outro dia levei ela na pediatra que examinou e viu que era otite  mas só estava inflamado o ouvido direito, por conta disso esta tomando antibiótico de 8 em 8h por 10 dias. Logo no segundo dia do tratamento já se mostrou mais alegre e menos caidinha, voltou a mamar e comer normalmente lá prlo quarto dia.

O horário de dormir mudou, antes ela adormecia lá pelas 20h, agora tem ido dormir as 22h ou até mesmo 23h, mas o horário de acordar continua sendo lá pelo meio dia. Claro que tem dias que acorda cedo e independente da hora, ela já acorda ligada no 220wolts. No mais esta tudo bem, ela esta cada dia mais linda, saudável e cheia de manias  ... oh menina geniosa essa !

Até o próximo diário.
Beijos

2 Comentários

Blogueira, mamãe de primeira viagem, leitora nas horas vagas e esteticista. Deixou a profissão de lado para realizar o sonho da maternidade e hoje vive ele em tempo integral.


Mesmo tendo dois sobrinhos, nunca me liguei nessa parte da alimentação deles e por isso não fazia nem ideia de como fazer uma papinha. Sofia nasceu e cresceu e cá estou eu pesquisando receitas e mais receitas, pois sou péssima na cozinha mas não quero fazer feio para minha filhota.

A que eu achava que seria a mais fácil, que era a de maçã se mostrou complicada na prática, porque na minha cabeça era só raspar a fruta e oferecer. Até fiz assim algumas vezes mais ela cuspia tudo fora, quando não se engasgava e logo começou a rejeitar o alimento. Através de um grupo que faço parte no face descobri o canal no youtube Prá papa que dá dicas e ensina como fazer as papinhas.

Lá eu aprendi a fazer a papa de maçã. Basta colocar a fruta numa panela (com casca e sem miolo), colocar um pouco de água e cozinhar por 15 minutos, após esse tempo a maçã vira papinha e é só tirar a casca e oferecer ao baby (espere esfriar, claro!).

Mais detalhes sobre o preparo vocês podem ver direto no vídeo.
Outra fruta que me parecia simples e de fato é muito fácil preparar é a banana, amasse e pronto, tem uma papinha da fruta. No começo fiz assim, mas Sofia não comia muito então adicionei um pouquinho de leite (o que ela toma normalmente) e ficou com uma consistência melhor. Sofia adorou e come tudo. Estamos entrando nas papas salgadas e nem todas são fáceis de amassar, como: beterrada, cenoura, dentre outras. Mas eu tento amassar o máximo que dá e adiciono um pouco de água para ficar mais papinha mesmo. Mas sempre tem aquelas que não ficam tanto então estou misturando e tem dado certo. 

Na questão da compra dos alimentos estou me organizando da seguinte forma, compro as frutas no início da semana (quantidade para semana toda) e as verduras e legumes, compro uma quantidade grande, higienizo, descasco, corto em pedaços e congelo. Essa semana já preparei as papainhas e deixei congelada para semana em porções pequenas, vi na internet a ideia e já adotei aqui em casa. Quando for preparar é so tirar do freezer, deixar descongelas de um dia para o outro na geladeira, dar uma aquecida e oferecer para o baby.

Confesso que ainda fico meia perdida, mas estou pegando o jeito e tem dado certo. Os horários para as papas é que estão complicados, pois Sofia dorme até o meio dia e eu fico fazendo as coisas da casa, quando eu vejo na passou da hora e não dei o almoço. Preciso criar uma rotina com ela, mas eu mesma não consigo estabeler rotina comigo mesma, então já viu né ?! Rsrsrs

Beijos


Blogueira, mamãe de primeira viagem, leitora nas horas vagas e esteticista. Deixou a profissão de lado para realizar o sonho da maternidade e hoje vive ele em tempo integral.


Já havia comentado no post diário do bebê: quarto mês que a Sofia não esta mais mamando no peito por isso a pediatra dela resolveu que deviamos iniciar a introdução alimentar dela.  Claro que eu já havia pesquisado sobre o assunto bem antes e sei que a recomendação da OMS (organização mundial da saúde) é fazer essa iniciação com 6 meses, porque os órgãos do sistema digestivo não estão prontos para digerir outros alimentos.


Mas eu acredito que cada criança tem seu tempo e suas necessidades, no nosso caso, estamos introduzindo pelo fato dela não ser mais amamentada no seio. Por conta dos engasgos que ela tem (e que diminuiram muito, graças a Deus !!) minha grande dúvida era saber se ela estava realmente pronta e pelo que vi devemos verificar algumas coisas antes de iniciar a introdução alimentar:
  1. Quando esta apoiada o bebê senta? 
  2. Ele consegue manter a cabeça erguida? 
  3. Já não tem mais o reflexo de colocar a língua para fora? 
  4. Já faz movimentos de mastigação? 
  5. Possue o dobro do peso com que nasceu? 
  6. Mostra interesse pelo que você está comendo ou pelo seu prato?
Desta lista a Sofia já atinge a maioria dos itens por isso me senti mais segura para dar as papinhas para ela. A médica liberou somente os sucos e as frutas, uma no meio da manhã e outra no meio da tarde (a da manhã ela quase nunca come pois esta dormindo ainda, mas a tarde come duas). O suco pode dar entre os horários da mamadeira.  As frutas da lista são:
  1. Melão espanhol (que é mais docinho) 
  2. Mamão papaia 
  3. Maçã 
  4. Banana caturra 
  5. Pêra
As preferidas são banana e pêra, já os sucos ela prefere o de laranja do céu que é mais doce. Não coloco açúcar, nem mel em nada, ofereço a fruta como ela é e fico observando a reação dela. A pediatra recomendou dsr por dois dias cada fruta, mas tem algumas que dei por mais dias pois ela não aceitou muito bem e agora ela come bem todas.

Com certeza essa fase esta sendo a de mais aprendizado para mim porque nunca cuidei da minha alimentação (exceto na gravidez) e agora estou tendo que conhecer, experimentar e aprender a preparar as frutas, verduras e legumes para poder oferecer o melhor para ela. Confesso não esta sendo fácil mas esta sendo prazeroso e gratificante saber que ela esta sendo bem alimentada, mesmo não mamando mais o peito.

Como esta sendo ou foi essa fase para vocês??

Beijos


Blogueira, mamãe de primeira viagem, leitora nas horas vagas e esteticista. Deixou a profissão de lado para realizar o sonho da maternidade e hoje vive ele em tempo integral.